quarta-feira, 26 de junho de 2013

IVATUBA URGENTE: RUAS, CASAS E PLANTAÇÕES SUBMERSAS

Esta manhã (26), estivemos checando as informações recebidas durante a noite de que o rio havia subido mais de cinco metros. Acabamos de retornar dos condomínios e a situação atual está uma calamidade.

O Corpo de Bombeiros de Maringá, a Prefeitura e a comunidade de Ivatuba ajudam no resgate de pessoas e animais que ficaram ilhados.

Mais informações no decorrer da tarde. 

ATUALIZANDO:

Segundo informações do G1, o Rio Ivaí está 16 metros acima do normal.

A cheia dos rios da região interditou cinco estradas até a manhã desta quarta-feira (26). Além da própria PR-323, as rodovias PR-650 e PR-082, na região de São João do Ivaí, PR-487, em Manoel Ribas, e PR-554, entre São Jorge do Ivaí e Doutor Camargo, também estão intransitáveis. E a ponte de Floresta está sujeita a interdição a qualquer momento.

Confira.
(Fotos Junior Kun)
 Estacionamento Barra do Ivaí
Ontem (25) à noite estava assim:
Hoje (26) completamente coberto pela água (inclusive o poste de energia)









 
 (Fotos Fatima Ampessan)

  Estrada dos condomínios






 Pontal do Ivaí
 Ontem (25) estava assim:
Hoje (26) está assim:

 Ontem (25) estava assim:
Hoje (26) está assim:























Condomínio Barra II


























 Estrada condomínios - retorno




















Fonte: G1
http://g1.globo.com/pr/norte-noroeste/noticia/2013/06/ao-menos-35-familias-estao-desalojadas-em-virtude-das-chuvas.html


9 comentários:

  1. Construir em area de preservaçao permanente é ilegal. Verifiquem se estes condominios estao dentro da legalidade. A prefeitura nao poderia ter dado alavara de construçao em area de risco ambiental. Além de evitar que novas ocupaçoes de APP continuem sendo feitas impunemente, esta mais que na hora de começar à recuperar a mata ciliar nas margens dos rios, corregos e nascentes, como prevê o Codigo Florestal Brasileiro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vc perdeu uma grande oportunidade de se calar, quem fala muito erra muito, seu comentario é de tamanha ipocresia, que não merece resposta,pois falar do que não sabe e não cinhece a situação de cada um, é muito facil

      Excluir
  2. Pois é o prefeito da epoca é o senhor Vanderlei Santini

    ResponderExcluir
  3. Anônimo das 22:27, não vou publicar o seu comentário pq vc. faz acusações e não se identifica. Quanto ao auxílio, posso lhe assegurar que, pelo que eu acompanhei, TODOS os RESIDENTES no município que perderam suas casas na enchente estão sendo atendidos. Agora, quanto a chamar Ivatuba de m...., se vc não gosta daqui, vai embora. Ninguém é obrigado a morar onde não gosta.

    ResponderExcluir
  4. A você que não conhece de leis ambientais, todas as casas do condominio pontal do ivai e os outros comdominios estao dentro da lei, ou seja 100 metros da margem do rio. Acontece que a cheia foi MUITO forte, tanto é que quase todas as pontes foram interditadas.. ou vc acha que as pontes feitas também estão fora do padrão para serem cobertas pela água? !?!?! Antes de se manifestar procure se informar. Muitas familias moravam lá e cuidavam muito mais das APP do que voce imagina.

    ResponderExcluir
  5. se as casas estão lá é porque de alguma forma estão dentro da lei, nem que seja do "jeitinho brasileiro". Agora dizer que as casa estão "todas" a mais de 100 metros da margem do rio é forçar um pouco a barra. E aproposito com certeza essas pontes estão muito fora dos padrões modernos ambientais, estruturais e de segurança.

    ResponderExcluir
  6. Engraçado como pode ter pessoas acusando de algo que nem tem certeza, mas se está pessoa acha que tem algo errado procure um órgão fiscalizador, mas não fique falando coisas inadequada neste momento pois perder uma casa não e fácil para ninguém este momento e de solidariedade cooperação caso não queira ajudar por favor arrume outro momento para perturbar

    ResponderExcluir
  7. Essas pessoas que fazem comentários maldosos, sem fundamentos, tem é dor de cotovelo por não conseguir ter uma casa num paraíso como este.

    ResponderExcluir
  8. antenor valencio8 de junho de 2014 15:01

    na verdade todos querem ter uma casa na beira do rio quem não gosta ja visitei la o pessoal planta arvores grama flores nos fundo dos terrenos bem cuidado só que existem leis lógico se está dentro das leis ótimo se não tiver também uma hora vai ter que tirar as casas

    ResponderExcluir