domingo, 28 de outubro de 2012

QUAL SERIA a “MELHOR” RELIGIÃO ?



Um breve, mas muito educativo e esclarecedor diálogo entre o teólogo brasileiro Leonardo Boff e o Dalai Lama.

Leonardo Boff explica:
“No intervalo de uma mesa-redonda sobre religião e paz entre os povos, na qual ambos (eu e o Dalai Lama) participávamos, eu, maliciosamente, mas também com interesse teológico, lhe perguntei em meu inglês capenga:
-”Santidade, qual é a melhor religião?”(Your holiness, what`s the best religion?)
Esperava que ele dissesse: -”É o budismo tibetano” ou “São as religiões orientais, muito mais antigas do que o cristianismo.”
O Dalai Lama fez uma pequena pausa, deu um sorriso, me olhou bem nos olhos – o que me desconcertou um pouco, porque eu sabia da malícia contida na pergunta – e afirmou:
- “A melhor religião é a que mais te aproxima de Deus, do Infinito. É aquela que te faz melhor.
Para sair da perplexidade diante de tão sábia resposta, voltei a perguntar:
- “O que me faz melhor?”
Respondeu ele:
-”Aquilo que te faz mais compassivo” (e aí senti a ressonância tibetana, budista, taoísta de sua resposta), “aquilo que te faz mais sensível, mais desapegado, mais amoroso, mais humanitário, mais responsável… Mais ético… A religião que conseguir fazer isso de ti é a melhor religião…” , disse o Dalai Lama.
Calei, maravilhado, e até os dias de hoje estou ruminando sua resposta sábia e irrefutável…
Não me interessa, amigo, a tua religião ou mesmo se tem ou não tem religião. 
O que realmente importa é a tua conduta perante o teu semelhante, tua família, teu trabalho, tua comunidade, perante o mundo… perante DEUS.


3 comentários:

  1. João da Silva Stanowich28 de outubro de 2012 17:00

    Boa tarde senhorita Fátima, um texto reflexivo como este nos desafia a fazer melhor, a fazer as coisas que comumente fazemos, com mais amor e respeito ao próximo.Estou muito feliz por poder compartilhar algumas palavras. Te admiro muito, pela sua atitude independente e justa nestas eleições. Mesmo o pequeno e repugnante Santini ter tentado contra a sua honra e sua família vocè foi maior que a história deste destruidor, bem maior. Mesmo estando tão longe desta cidade, me sinto perto ao entrar em contato com seu meio de comunicação social. Hoje, estamos em um nível de maturidade espiritual maior e precisamos transmitir isto ás pessoas.Acredito que Ivatuba sairá da letargia. Estou longe Fátima, construindo uma carreira acadêmica e profissional de sucesso. Em breve retornarei a esta cidade e ajudarei na reconstrução. Milhóes de abraços a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, João. Espero que nos dê a alegria do seu retorno o mais breve possível. Abçs.

      Excluir
  2. aquela que voce acredita . Deus .

    ResponderExcluir